ptenfrdeitrues

R.'.A'.M'.P'.M'.M'.

Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraïm - Maçonaria Mista em Portugal

Rito de Memphis-Misraïm

 

Atualmente, o Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraïm é um Rito que trabalha a maçonaria especulativa de uma forma muito discreta e esotérica.

Relativamente aos vários Ritos maçónicos, este assume uma posição especial pela sua origem.

Baseia-se nos Ritos egípcios fundados nas antigas tradições iniciáticas que habitavam nas margens do mediterrâneo: pitagóricos, autores herméticos alexandrinos, neoplatónicos, sabeístas, ismaelitas… Foi necessário atingir o seculo XVIII para reencontrar os seus vestígios na Europa. De entre todos os que existiam, só dois deles chegaram às nossas mãos: primeiro, o Rito de Misraïm e, posteriormente, o Rito de Memphis.

Fundado em Veneza em 1788, o Rito de Misraïm chegou-nos através de Cagliostro, que o implementou usando os Graus Menores da Grande Loja da Inglaterra e os Altos Graus da Maçonaria Templária Alemã... Rapidamente, este Rito atingiu Milão, Génova, Nápoles e chegou a França com Michel Bedarride, que recebeu o Grão-Mestrado em 1810, em Nápoles.

Os três Irmãos Bedarride, entre 1810 e 1813, desenvolveram o Rito de Misraïm em França, sob uma parca proteção do Rito Escocês. Contou com Maçons Ilustres tais como: o Conde Muraire, Soberano Grande Comendador do Rito Escocês Antigo e Aceito; o Duque Decazes; o Duque de Saxe-Weimar; o Duque de Leicester e o Tenente Coronel de Teste...

Nascia, em 1815, o Rito de Memphis, em Montauban, constituido por Franco-Maçons que, em 1799,  participaram com Napoleão Bonaparte na Missão no Egito, sob a direção de Samuel Honis e Marconis de Negre, com numerosas Lojas no exterior e personalidades ilustres no interior, como Louis Blanc e Giuseppe Garibaldi. Este último tornar-se-ia, rapidamente, o unificador de Memphis e de Misraïm.

A maioria dos que acompanharam Bonaparte ao Egito eram Maçons pertencentes a Ritos iniciáticos antigos: Philalètes, Irmãos Africanos, Rito Primitivo e ao Grande Oriente de França. No Cairo, encontraram uma preservação gnóstico-hermética e, no Líbano, contactaram com a Maçonaria drusa, já descoberta por Gérard de Nerval, o que possibilitou um regresso à Maçonaria "operativa" que auxiliava os seus protetores, os Templários. Por conseguinte, os Irmãos da Missão do Egito resolveram abdicar da sua filiação Maçónica oriunda da Grande Loja da Inglaterra.

Os Ritos de Memphis e Misraïm seguiram rotas paralelas até 1881, data a partir daqual, começaram a agrupar Maçons interessados no estudo do simbolismo esotérico da Maçonaria, da Gnose, da Cabala e, até mesmo, do Hermetismo e do Ocultismo. Aquando da união dos Ritos em 1881, nasceu uma Obediência Maçónica, que em 1988 celebrou o seu bicentenário, e cujo primeiro Grão-Mestre foi Giuseppe Garibaldi.

A esses dois Ritos foram, ainda, acrescentados os Graus Iniciáticos que surgiram de Obediências Esotéricas do século XVIII, nomeadamente, do Rito Primitivo e do Rito dos Philadelphos.

Desde então, o Rito de Memphis-Misraïm perpetua a sua Tradição na fidelidade aos princípios de liberdade democrática e nas ciências iniciáticas.

O Rito Memphis-Misraïm, após três graus simbólicos (Aprendiz, Companheiro e Mestre), tem os seguintes graus filosóficos:

* 12º Grau - COLLEGIOS dos Cavaleiros da Águia Vermelha

* 20º Grau - COLLEGIOS dos Filósofos Herméticos

* 27º Grau - COLLEGIOS dos Patriarcas de Ísis

* 30º Grau - COLLEGIOS dos Sublimes Mestres da Grande Obra

* 31º Grau - COLLEGIOS dos Grandes Defensores do Rito

* 32º Grau - COLLEGIOS dos Príncipes de Memphis

* 33º Grau - COLLEGIOS dos Patriarcas Grandes Conservadores

Alguns Graus, tais como o Real Arco, não são obrigatórios e a atribuição é decidida pelos Irmãos.

A consagração como cavaleiro pode ser transmitida a alguns Irmãos com o Grau 20 (Cavaleiro Templário ou Cavaleiro do Templo), vinda diretamente da Antiga e Estrita Observância Templária e dos Cavaleiros Beneficentes da Cidade Sagrada de Jean-Baptiste Willermoz.

O Sistema de Altos Graus do Rito Antigo e Primitivo Memphis-Misraïm é datado de 1882.

John Yarker, Grão Mestre inglês,  reuniu os quatro Ritos Maçónicos mais isotéricos num só, dando uma dimensão espiritualista única na Maçonaria Universal.

As lojas do Rito do Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraïm trabalham no Rito Egípcio e sobre os seus altares, eles acrescentam, ao compasso e esquadro, a régua.

Grande Oriente de França

grande oriente franca

A Grande Loja Simbólica da Lusitania é uma Obediência Maçónica MISTA, que trabalha com as Cartas Patentes do GRANDE ORIENTE DE FRANÇA, a maior Obediência Maçónica francesa e a primeira da Corrente Maçónica Liberal e a Adogmática, em todo o mundo.

Saber Mais