ptenfrdeites

Google translate

Prancha - Confúcio, Percursor da Maçonaria

Confúcio, de nome original Kong-Fou-Tzeu, nasceu em 551 a.C., dois séculos depois de Homero e da fundação de Roma, e um século antes de Sócrates, tendo sido contemporâneo de Lao-tzeu, Buda, Zoroastro, Ezequiel, Pitágores e Thales.

Considerado como um dos grandes instrutores da humanidade e como o primeiro “educador” da China, os seus ensinamentos dera origem ao Confucionismo, doutrina política e social que foi eleita como “Religião de Estado” durante a dinastia Han, só tendo sido banida no início do séc. XX.

A sua doutrina preconizava o primado da ordem do Estado e da virtude segundo o princípio da “justiça para o povo, progresso para a instrução e conduta regulada pelo Esquadro e o Compasso”. Estes são de facto alguns dos princípios que...

Prancha - O Silêncio do Aprendiz

O encontro e compreensão do silêncio é uma realidade pessoal e intransmissível de variadíssimos contornos e resultados ímpares.

No âmbito que nos ocupa, ou seja, na tentativa de explorar o significado do silêncio do Aprendiz no âmbito da ritualística maçónica, recorda-se que ancestralmente em todas as sociedades tradicionais existiram rituais ou ritos de iniciação, fossem religiosas, tribais ou de outra natureza, em que o silêncio era um dos elementos mais significativos, mesmo na Antiguidade...

Prancha - O avental

O Avental é símbolo do iniciado maçónico, representando a prontidão para o trabalho, que nos acompanha desde o meio dia até ao fim da vida. O Avental recorda-nos a todo o momento, as nossas obrigações e deveres como maçons. Símbolo da inocência, é a insígnia do maçon.

A alma constrói o seu corpo ou Avental, que será puro ou impuro conforme os seus desejos e pensamentos. Assim, em cada grau, o Avental simboliza o progresso da alma com a sua própria espiritualidade. O estado de pureza inicial está...

Prancha - Instrução e Aprendizagem Maçónica

Aos Meus Queridos Irmãos Aprendizes.

O trabalho do Maçon tem três dimensões fundamentais.

A primeira dimensão consiste na construção do Templo Interior. Aperfeiçoamento constante de cada um de nós, aproximando-nos do G.·.A.·.D.·.U.·., elevando-nos espiritualmente, combatendo e vencendo as nossas paixões, que nos agarram ao mundo material e iludem, ultrapassando desejos e vontades que são produto do egoísmo próprio de qualquer alma em estado bruto. É a este trabalho, que nós chamamos...

Prancha - A morte

A oposição entre a morte e a vida é uma das questões mais antigas que a humanidade enfrenta. No entanto, morrer opõe-se a nascer, enquanto Alfa e Ómega de cada tempo de vida.

No mundo ocidental estamos habituados a temer o outro, ou seja, tudo o que é contrário; somos nós ou os outros; se temos vida tememos a morte. Branco ou preto, opostos ou complementos. Antítese.

No mundo oriental, encontramos a síntese da vida e da morte. Ambas fazem parte do caminho, entrelaçadas, permitem ao homem que...