Google translate

A Maçonaria sempre existiu? - Parte III

A Disseminação da Maçonaria e o seu Caráter Universal

 

Não foram apenas as correntes do pensamento filosófico ou os cismas da igreja que influenciaram a maçonaria. A disseminação da Maçonaria no império britânico ocorreu sobretudo através das Lojas Militares. No continente europeu, deu-se a incorporação de membros dos diversos países, os quais vieram aportar diversidade cultural e social às Lojas inglesas. 

A franco-maçonaria inglesa chega a França em 1725 através de exilados jacobitas (pro-Stuart). Vieram posteriormente a criar-se lojas francesas independentes e novas obediências.  Em 1738 dá-se a rotura com a maçonaria inglesa, com a nomeação do 1º Grão-Mestre francês, o Duque de Antin, exemplo seguido por outros países que também passaram a dispor de Grandes Lojas, como Portugal.

O Grande Oriente de França (GOF) veio a ser constituído em 1773, oriundo da primeira Grande Loja de França (1728).  Com um forte pendor humanista e político, eliminou, em 1877, a obrigatoriedade de os seus membros se referirem à existência de Deus e à imortalidade da alma, razão pela qual passou a ser considerado como uma Obediência liberal ou adogmática.

O GOF constitui, desde então, referência da maçonaria liberal na Europa, em oposição à Grande Loja Unida da Inglaterra que constitui referência da maçonaria tradicional e segue, preceitos que, implicam, nomeadamente, a crença em Deus e na sua Vontade revelada.

Desde 2010 que o GOF aceita a mulher em condições de igualdade, permitindo a iniciação dos seus membros sem distinção de sexo. Defende a liberdade absoluta de consciência, admitindo praticantes de todas as religiões, inclusive aqueles que não têm religião, não exigindo a crença num ser supremo para iniciar novos membros  [2]. Ao presente, é a maior Obediência Liberal do Mundo. 

Noutros territórios do Novo Mundo, como nos futuros Estados Unidos da América a primeira Loja foi instalada em Boston em 1733 sob o auspício de Inglaterra. A interligação entre as várias Lojas da América do Norte e Canadá veio a propiciar um forte espírito nacionalista e George Washington

que era Maçom veio a ser o 1º Presidente do país em 1789. Já no Brasil, o Grande Oriente do Brasil (que sucede ao Grande Oriente Brasílico, fundado em 17 de junho de 1822, após a abdicação de D. Pedro I) é considerado como o berço da independência, da abolição da escravatura e da proclamação da República [3] sendo um exemplo vivo da maçonaria Universal e da expansão dos valores maçónicos.

É difícil, afirmar se foi a Maçonaria a influenciar o rumo do pensamento, das artes e da política ou se foi a situação inversa que ocorreu. A verdade é que começaram a surgir obras de cariz maçónico em todo o mundo. Os valores maçónicos foram expressos em trabalhos de arquitetos como Bartholdi que projetou a Estatua da Liberdade em NY, William Thornton que projetou o Capitólio; de pintores como Marc Chagall ou Fragonard; músicos como Mozart (com a sua Flauta Mágica), Brahms, Beethoven, Berlioz, G. Gershwin ou Mendelssohn; escritores como C. Dickens, Gœthe, Oscar Wilde; matemáticos como Condorcet ou Laplace; químicos e físicos como Lavoisier e Fermi [4].

Em Portugal, a Ordem Maçónica tem origem no sec. XVIII e a primeira Loja terá sido aberta em 1727 por um inglês, Dugoot ou Dogut [1]. A primeira Grande Loja foi criada em 1803, com a designação de Grande Oriente Lusitano (GOL) tendo recebido o reconhecimento da Grande Loja Unida de Inglaterra nesse mesmo ano [1]. Ao presente, o GOL insere-se na corrente liberal enquanto a Grande Loja Legal de Portugal (GLRP) representa a corrente tradicional. 

A Grande Loja Simbólica da Lusitânia, trabalha sob as Cartas Patentes outorgadas pelo GOF e pratica uma maçonaria adogmática, tradicionalista, espiritual e iniciática, tendo sido pioneira na introdução de novos ritos na maçonaria Mista Portuguesa, nomeadamente o Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraïm, o Rito Inglês - Emulação e o Rito Escocês Antigo e Aceite [4] e acredita que “A maçonaria é uma instituição universal, essencialmente filantrópica, filosófica e progressiva, tendo por fim procurar a verdade, o estudo da moral e a prática da solidariedade, trabalhando para o bem da Humanidade e contribuindo para o aperfeiçoamento da sociedade” [1]

N.'.

Resp.'.Loj.'. Ísis

Fevereiro 2023

 

Referências

[1] 

A. Arnaut, Introdução à Maçonaria, Imprensa da Universidade de Coimbra ed., Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2017. 

[2] 

M. Martín-Albo, A Maçonaria Universal - Uma Irmandade de Carácter Secreto, 4ª edição ed., Lisboa: Bertrand Editora, 2012. 

[3] 

Enciclopédia, “Grande Loja Unida da Inglaterra - United Grand Lodge of England,” [Online]. Available: https://ao.ert.wiki/wiki/United_Grand_Lodge_of_England#Moderns_and_Antients_in_English_Freemasonry. [Acedido em 14 setembro 2021].

[4] 

Grand Orient de France, “Grand Orient de France,” G O D F -, [Online]. Available: https://www.godf.org/js/tinymce/source/avril-2021/GODF-7-points-en.pdf. [Acedido em 14 setembro 2021].