COMUNICADO CONJUNTO - Grande Loja Simbólica da Lusitania e Grande Loja Simbólica de Portugal. Data de início dos trabalhos Maçónicos, a partir de 1 de setembro 2020

 

COMUNICADO CONJUNTO

Data de início dos trabalhos Maçónicos, a partir de 1 de setembro 2020

COMUNICADO CONJUNTO  GLSP - GLSL .jpg

COMUNICADO CONJUNTO

Data de início dos trabalhos Maçónicos, a partir de 1 de setembro 2020

 

À semelhança do Comunicado da Maçonaria Francesa de 7 de julho, a Grande Loja Simbólica de Portugal (GLSP) e a Grande Loja Simbólica da Lusitânia (GLSL) - Maçonaria Mista Portuguesa anunciam a decisão de estabelecer uma data comum para a reabertura dos Templos e início dos trabalhos maçónicos. Durante vários meses os signatários refletiram em conjunto, acerca das condições para o reinício da atividade, conciliando o respeito pelas nossas tradições e sentido de responsabilidade.

Na sequência da declaração do estado de emergência no passado dia 15 de março, emanado pelo Presidente da República e Entidades Oficiais, em que foram tomadas medidas de forte restrição de Direitos e Liberdades, em especial no que respeita aos direitos de circulação e às liberdades económicas, decidiu-se que todas as atividades maçónicas presenciais fossem suspensas na Grande Loja Simbólica Portugal e na Grande Loja Simbólica da Lusitânia

Desde essa data, ambas as Obediências continuaram as suas atividades através de meios audiovisuais, promovendo Ciclos de Grandes Videoconferências da Maçonaria Portuguesa aberto ao público em geral, com grande interesse e reconhecido sucesso. 

Desde o dia 1 de julho, e dando continuidade ao processo de gradual desconfinamento iniciado a 30 de abril, o Conselho de Ministros declarou a situação de alerta, contingência e calamidade, consoante a localização territorial.

Em face da situação pandémica atual foi decidido que, a data de reabertura dos Templos e a retomada do trabalho presencial em Portugal, pela Grande Loja Simbólica de Portugal e pela Grande Loja Simbólica da Lusitânia será a partir do dia, 1 de setembro de 2020, seguindo o exemplo  e  consonância com as principais Obediências Maçónicas Francesas.